Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Pausa para autoavaliação antes da confraternização!

Queridos Professores!
O 2011 letivo acabou!!! Agora é hora de fazer uma autoavaliação! 
Pensei nas questões que nos ajudariam a refletir sobre nossa postura e encontrei uma sugestão de publicação da Editora Nova educação: Relatório de Autoavaliação <http://www.profblog.org/2011/06/editora-nova-educacao-publicou.html> que nos apresenta questões reflexivas para encontrar erros e/ou acertos em nossa postura e nas aprendizagens e estratégias usadas durante nosso trabalho durante o ano.
Então, depois da reflexão, podemos confraternizar com nossos colegas que passam o ano ao nosso lado, ouvindo os dias de lamúria ou ideias revolucionárias e empolgadas, compartilhando estratégias ou nos apoiando nas adversidades da rotina escolar!
Antes de mergulharem de vez nas merecidas *férias*, assistam o pequeno vídeo, que nos mostra de forma curiosa e criativa, como seria a história do Natal em nosso século! 
Segundo a legenda do próprio vídeo:
                                   Os tempos mudam, o sentimento continua o mesmo!


Feliz Natal e um 2012 recheado de alegria!
bjnhs!
Professora Gisele

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Então, é Natal!

Professores! 
Então, é Natal!
Sobre o trabalho em sala de aula com o tema, vemos as salas de pré escola e séries iniciais montarem inúmeros projetos, trabalhinhos artísticos com variados materiais, produzirem encenações, assistirem filmes e mergulharem de cabeça nas variações do assunto, enquanto as turmas de alunos maiores simplesmente continuam com os estudos usando seus livros, textos e cálculos. Acredito que em todos os níveis, com todas as idades haja uma brecha para discutir e trazer o tema para dentro da sala de aula. 
É apropriado conversar sobre dados, fatos, culturas regionais e a comemoração pelo mundo, como forma de abranger todos os credos dos alunos e proporcionar momentos riquíssimos de aprendizagem. Para ajudar, segue link da ótima matéria publicada no site Brasil Escola, contendo fatos curiosos sobre as origens do Natal, da troca de presentes, Papai Noel e símbolos, além de iniciar a questão sobre o consumo e a questão comercial da data < http://www.brasilescola.com/natal/ >.
                                          
Há sempre uma forma criativa de envolver a todos com todo e qualquer assunto, favorecendo mais momentos de aprendizagem! Nascemos pra isso! Somos professores!


Mais alguma dica? Comentem!
Bjnhs 
Professora Gisele

domingo, 20 de novembro de 2011

20/11 - Dia da Consciência Negra

O domingo está acabando, post rápido para a data não passar despercebida...
Professores!
Para lembrar nossos alunos da importância dessa data, não há dúvidas de que é fundamental conversar e apresentar os fatos; a história de Zumbi dos Palmares.
Segue link do site Brasil Escola com texto explicativo sobre o tema
http://www.brasilescola.com/sociologia/dia-consciencia-negra-heroi-chamado-zumbi.htm >

No entanto, também me lembrei de uma história muito *fofa e inocente de Ana Maria Machado e que pode ser usada com os alunos menores.
Ela nos conta sobre o esforço de um coelhinho branco em se tornar negro, pois achava uma menina do laço de fita, que era negra, muito linda!


Na história podemos encontrar termos como "pretinha". Acredito que seja necessário o professor conversar com seus alunos sobre a importância em não usar palavrinhas que podem ser entendidas como termos pejorativos.


Do texto e do vídeo podemos partir para uma série de atividades sobre pessoas negras que se destacam e nos enchem de orgulho na política, no esporte, na música e sobre aqueles que conhecemos e são próximos de nós e suas qualidades... Eu mesma tenho muitos negros em minha família e círculo de amizades que tornaram-se pessoas de muito sucesso em diversas áreas! Pode-se também pensar em buscar reportagens em jornais e revistas sobre o tema.


O que acham?
Dessa vez não tive tempo de pensar em atividades e questões reflexivas, mas corri pra deixar um ponto pra abrir o leque variado de opções!
Bjnhs
Professora Gisele

sábado, 5 de novembro de 2011

E os bebês?

Professores!
Como alguns amigos sabem, tenho um filhote, que é a coisinha mais *linda do mundo e recentemente completou  dez meses, e mesmo já tendo sido professora em CEI - atuando com bebês de um aninho - a cada dia me surpreendo com os avanços, progressos e interesses do meu pequeno!


Pensando nisso, hoje resolvi abrir a discussão: "Que tipo de atividades podemos realizar com crianças tão pequenas?" 
Bom, todos sabemos que os bebês precisam de estímulos para desenvolver-se intelectualmente, fisicamente e emocionalmente. 
Estímulo sonoro (por isso que TODO brinquedo de bebê tem alguma espécie de som), estímulo tátil (a princípio com a massagem do adulto na criança, mas o tátil segue por muitos anos, com a própria criança experimentando texturas diferentes), estímulo visual (dá-lhe brinquedos, livros e painéis coloridos!), estímulo motor (além de estimular ao deixá-lo em variadas posições - em pé, de bruços, sentado... - que tal um pega-pega diferente? Usando algum objeto que o pequeno goste, vamos colocando cada vez mais longe dele, forçando-o a sair do lugar pra pegar...), estímulo cognitivo (brincadeira de "cadê/achou", túnel...), entre outros; ajudam o bebê a perceber o mundo à sua volta!
Sempre atento e preocupado com as crianças cada vez mais à mercê de brinquedos que cantam, falam e só falta brincar sozinhos, o pediatra do meu pequeno sempre orientou; pra não apenas colocá-lo no chão, mas para nos deitarmos no chão com ele, ficarmos de bruços com ele e agora, fase de papinhas, darmos uma colher pra ele... enfim! É necessário que estimulemos com a prática! Temos que entrar na dança com eles! Rolar, sentar, cantar, engatinhar, pular, bater palmas, comer, se lambuzar... Sempre juntos! Somos um espelho! 
*Por falar em espelhos, segue link para uma excelente matéria publicada na revista Crescer sobre a relação de brincadeiras e aprendizagens que o bebê tem com o espelho! 
< http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI17396-15162,00.html >
Continuando com o raciocínio da prática, podemos parar pra pensar: os vídeos educativos realmente estimulam? Bom... sinceramente? Temos aqui em casa uma coleção deles (presente de madrinha, titia, coleção da mamãe professora...rsrs...) e confesso que tem vezes (ops!!! Que o pediatra do baby não leia isso!) que eles funcionam como uma babá! O vídeo mantém o bebê extremamente vidrado e concentrado enquanto mamãe e papai não podem sentar-se junto para fazer alguma atividade... mas acredito que o ideal é sentarmos novamente juntos para nomear cada imagem ou situação que aparece no vídeo. Ele não pode ficar muito tempo em frente à TV e nem todos os dias! São muitas as possibilidades de estímulos que precisam ser trabalhados diariamente e o tempo parado em frente à televisão (ainda mais com o pequeno sozinho) não acrescentará muita coisa (ou nada) à sua construção diária de conhecimentos!


*Abaixo, um pequeno vídeo que fizemos quando o pequeno ainda não tinha quatro meses de idade e é a prova que os bebês se envolvem (sim e muito!) com a voz e interação do adulto durante uma contação de história!





Nosso bebê adora folhear livros e revistas! Nada melhor que investir nesse rico instrumento, comprando livros de materiais e histórias próprios para bebês!


O trabalho com bebês é imensamente rico e divertido! Quanto menor a criança, maior deve ser o professor, pois essa faixa etária exige do profissional uma postura extremamente preocupada com o trabalho prático dos estímulos! Não dá pra deixar o bebê o tempo todo no bercinho/carrinho! Nada melhor que brincadeiras no chão!

...Enfim! Temos ainda muitas questões pra discutir com esse tema.
Vamos pensar juntos nas melhores estratégias de trabalho!
Até a próxima!
Professora Gisele

sábado, 29 de outubro de 2011

31 de outubro: Saci x Bruxa

Professores!
O tempo voa e nos aproximamos do dia 31 de outubro! Não tem como não reparar em decoração de lojas, propagandas, programação especial de desenho animado e filmes na tv... TUDO nos indica que chegou a hora de "Comemorar o Halloween"... 
Logo, nos remetemos à discussão sobre a importação da cultura americana aqui para o Brasil. É certo? É errado?
Encontrei muitos textos defendendo o nascimento do Dia do Saci, mas na maioria deles é perceptível que sua criação foi apenas uma forma de combater a crescente fama do Dia das Bruxas no Brasil. Será que adiantou?!
Sinceramente? Acredito que não... Nas escolas dificilmente lembramos do Saci e sua turma fora do mês agosto, dedicado ao Folclore.
Encontrei uma matéria muito interessante no site 'Educar para crescer'. Ela nos apresenta os pós e contras em celebrar Halloween no Brasil. < http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/halloween-395939.shtml >
Enfim! Conversando com meu esposo, professor de Inglês, chegamos à conclusão de que nenhuma das duas opções "é a correta"...a ideal para celebrarmos aqui em terras tupiniquins!
* Não ao Halloween :  a não ser que seja pra divulgar e trabalhar COMO uma comemoração internacional (mais óbvio que seja em escolas de Inglês, Escola de ensino bilíngue...) e não pra se apropriar e tentar transformá-lo em tradição no Brasil.
* Não ao Dia do Saci : é desnecessário que um personagem tão querido e conhecido dos brasileirinhos tenha um dia só seu apenas pra "tapar buraco" e tirar o foco da bruxinha...rs


Ainda há muito o que se discutir e refletir!

O que vocês acham?
Fácil ou difícil decidir e tomar um partido?...rs
bjnhs
Professora Gisele

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Trabalhando direitos e deveres...

Professores!
Como alguns amigos sabem, esse ano sou professora de módulo na minha escola, portanto não tenho turma e substituo os professores quando faltam. 
Numa dessas substituições, olhei pra lousa de uma turma de nove anos de idade e vi que na aula anterior os alunos haviam feito uma lição sobre Direitos e Deveres
Li o texto escrito para os alunos copiarem no caderno e voltei pra casa pensando em QUAL seria a estratégia ideal pra trabalhar com esse tema. 
A estratégia IDEAL eu não sei... preciso de vocês pra pensarmos juntos...rs... Mas uma BOA estratégia pra começar a discutir...acho que encontrei!...rsrs
Ah! Antes, gostaria de passar os créditos pra escolha do vídeo abaixo pra minha amiga de EAD, Dalva.


* Primeiro, seria legal assistir ao filminho de três minutinhos da Pixar, "Coisas de pássaro"


* O vídeo nos abre um leque de discussões, não é? Até bulling/preconteito, poderá ser tratado a partir do clipe!


* Bom... podemos focar em Direito e Dever. Vale fazer um momento de discussão com as crianças sobre os Direitos dos pássaros azuis e os Direitos do pássaro branco.


* Tinha alguém certo? Tinha alguém errado? Eles não podem dividir o mesmo espaço? Alguém não tinha Direitos? São questões que podem fazer parte dos debates.


* A proposta a seguir seria dividir a turma: metade defende os Direitos dos pássaros azuis e metade defende os Direitos do pássaro branco. Dessa forma, os Deveres de cada tipo de pássaro também serão lembrados.


* O professor agora juntará todas as ideias discutidas e falará sobre os Direitos e Deveres da criança.


* Vale a reflexão sobre nosso comportamento com quem é diferente. Será que não agimos como os pássaros azuis, caçoando do diferente e nos unindo para prejudicá-lo?


* Bom, acredito que depois de tanta reflexão e discussão, aí sim os alunos estarão mais preparados para sistematizar o que foi aprendido. Cabe, então, apresentá-los ao ECA!
- Pode-se ouvir com a turma a canção do Toquinho "Deveres e Direitos"! Procurei muitos vídeos sobre Direitos e Deveres e confesso que não foi tão simples... pois é importante apresentar de acordo com a faixa etária da criança, há muitos vídeos de imagens muito fortes e isso deve ser considerado ou há também vídeos que só falam dos Direitos. E os Deveres? Ficam como?...rsrs... Não podemos deixar passar! Meu Direito termina, quando começa o seu!


* Enfim! Encontrei esse da Renata Dias. Que é simples, colorido e atrativo para as crianças, mas seria preciso reforçar os Deveres...rs (olha eu dando tarefas para as crianças...rsrsrs) Mas isso poderia até ser feito com os alunos! Podemos perguntar se há mais algum Dever que não aparece no filminho!

Bom, professores! Deem uma olhada e pensem comigo sobre o tema e as opções variadíssimas de atividades para trazê-lo pra sala de aula!!! 
Vamos nos ajudar!
Bjnhs 
Professora Gisele

domingo, 16 de outubro de 2011

Atividade: *DÍGRAFOS/*PRODUÇÃO de TEXTO

Professores!
Hoje vou passar pra vocês uma estratégia com vídeo para trabalhar com dígrafos e, consequentemente, produção de texto!


* Primeiro, vamos assistir o vídeo da canção "A bonequinha"


* Após assistir o vídeo uma vez e recordar (ou aprender) a canção, agora será preciso assistir mais uma vez e anotar numa folha cada vez que ouvir uma palavra com "rr, ss, sc, sç, xc, xs, ch, lh, nh, qu, gu" (boneQUiNHa, aSSim, CHorou...).


* Pode-se, também, entregar a letra da música para as crianças acompanharem e circularem as palavras.


* Após discussão sobre as palavras que cada um encontrou, palavras escritas com RR....SS..., é importante fazer uma *lista de palavras (lousa ou cartaz).


* Apresentar essas palavras para as crianças (duas letras e um fonema) como dígrafos! É muito mais rico e fácil de aprender com a prática, com a música e após ter vivenciado as palavras.


* Sistematizar o que foi aprendido com a explicação das próprias crianças mais um texto do professor.


* Dar outras palavras, ditados, listagens, recortes... enfim! Abre-se um leque de atividades para usar a lição aprendida com o vídeo: dígrafos!


* Sobre o vídeo escolhido (A bonequinha), pode-se propor uma produção de texto sobre o brinquedo preferido de cada um, assim como o preferido da criança do clipe era uma boneca.

Professores, usei essa atividade com crianças de 3° ano ('antiga' segunda série) e foi um sucesso! Eles se envolveram com a música, cantando-a durante a exibição do vídeo e na realização das atividades.


Tem alguma ideia sobre como melhorar, aprimorar, criar ou implementar essa atividade? Vamos comentar, pessoal!
Bjnhs
Professora Gisele